Quando ‘amar’ não é verbo

biblioteca-ambulante:

Estou amando. 

Ou melhor, estou à mando:
À mando do medo,
À mando da tristeza,
À mando da alegria.

Não me canso de amar.
À mando do acaso,
À mando da certeza,
À mando da agonia.

Estou amando.

Igor P.

(Fonte: mesurado)

theme by modernise